Você está aqui : Home > Notícias > Café turco para todos os gostos
26/11/2019

Café turco para todos os gostos

Diferentes sabores agradam paladares exigentes

Compartilhe:




Café turco para todos os gostos
Café turco para todos os gostos

Em 2013, a cultura e a tradição do café turco foram incluídas na Lista do Patrimônio Cultural Imaterial da UNESCO. A bebida é parte fundamental da cultura nacional, e a palavra turca “kahvaltı” se traduz literalmente como “a refeição antes do café”. Ao visitar casas de qualquer nativo, o café sempre faz parte de todas as ocasiões e é oferecido ao se entrar na cozinha. Como parte da tradição local, ela é servida nas celebrações, noivados, nascimentos e todo tipo de ocasião.

Ler o futuro nas borras de café é outra tradição e a popularidade da bebida levou à abertura dos primeiros cafés em Istambul e, a partir daí, se espalhou para o resto da Europa. “Cada xícara de café carrega 40 anos de lembranças”, diz um provérbio tradicional turco, para se ter uma ideia do quão importante ele é para a cultura.

Mas o que é café turco e o que o diferencia de outros tipos de café? Não é simplesmente o grão, como muitos acreditam. Na verdade, qualquer tipo de grão de café pode ser usado para café turco - embora alguns funcionem melhor que outros, é claro. O café turco nada mais é do que grãos moídos muito finamente e que são deixados na bebida quando servida. O café é fervido várias vezes com açúcar dentro até espumar em uma panela especial chamada Cezve. Então, quais são esses vários tipos de café turco?

Menengiç

O café turco Menengiç é feito com grãos da árvore Pistacia terebinthus, nativa do sudeste do país. O café não apresenta cafeína e possui um sabor mais frutado que o normal, embora ainda seco e, como é feito da mesma maneira que a versão comum, apresenta mais ou menos a mesma consistência. É uma iguaria local e difícil de encontrar em qualquer lugar fora da Turquia. Assim como outros cafés, ele traz vários benefícios à saúde.

Dibek

O café turco Dibek é um café turco moído com um pilão e almofariz de pedra. A forma como ele é triturado muda o sabor, deixando um pouco mais leve, tanto na cor quanto no sabor. O pó fica um pouco mais grosso e a preparação é levemente diferente. O café recebe água quente, em vez de ser aquecido durante o preparo. Muitos estabelecimentos têm diferentes tipos da bebida no cardápio e quem prefere algo mais leve pode optar por essa opção.

Mırra

O café Mirra é mais forte e levemente amargo (a palavra mirra é derivada da palavra árabe para amargo). O sabor vem dos grãos torrados duas vezes e não moídos tão finamente quanto o café turco tradicional. Frequentemente, cardamomo ou outros sabores são adicionados e é possivelmente a forma mais comum de café no sudeste da Turquia, principalmente em Urfa.

On Sand/Coals/Ashes

Essas são as maneiras diferentes pelas quais o café turco pode ser cozido: na areia, no carvão ou nas cinzas. Este processo afeta o gosto, sendo o cozimento na areia a forma mais tradicional. Nas casas, é normal que eles sejam cozidos em um fogão aberto, mas acabam perdendo um pouco do sabor.

Damla Sakızlı (com goma mástique) e outros cafés turcos aromáticos

Chocolate, cardamomo, baunilha, avelã e caramelo podem ser adicionados ao café turco, embora o aditivo mais comum seja o mástique. Ele confere um sabor único que complementa sutilmente o café.

Facebook: /DescubraTurquia
Instagram: @DescubraTurquia

FONTE: Mapa Comunicação








Comente esta notícia